Ir ao conteúdo

Os particípios são palavras que apresentam uma ação ou estado como se fossem uma qualidade do sujeito ou do objeto. Os particípios são formados por sufixos de particípio especiais. Há seis sufixos de particípio, três ativos, ANT, INT, ONT, e três passivos, AT, IT, OT.

Particípios como adjetivos

Um particípio ativo apresenta uma ação ou estado como descrição do seu sujeito:

-ANT- Durante a ação - a ação ainda não terminou leganta que ainda se está a ler
-INT- depois da ação - a ação já terminou leginta que se leu antes
-ONT- antes da ação -a ação ainda não se iniciou legonta que se lerá depois
  • Viro, kiu ankoraŭ legas, estas leganta viro. - "Viro" que ainda lê é "leganta viro" (homem que está a ler).
  • Viro, kiu antaŭe legis, estas leginta viro. - "Viro" que leu anteriormente é "leginta viro" (homem que já leu)
  • Viro, kiu poste legos, estas legonta viro. - "Viro" que lerá depois é "legonta viro" (homem que virá a ler).

Um particípio ativo apresenta a ação ou o estado como uma descrição do seu objeto:

-AT- Durante a ação - a ação ainda não terminou legata que alguém o lê (o está a ler)
-IT- depois da ação - a ação já terminou legita que alguém o leu já
-OT- Antes da ação - a ação ainda não se iniciou legota que alguém o lerá depois
  • Libro, kiun oni ankoraŭ legas, estas legata libro. - Livro que ainda se lê é "legata libro".
  • Libro, kiun oni antaŭe legis, estas legita libro. - Livro que se leu anteriormente é "legita libro".
  • Libro, kiun oni poste legos, estas legota libro. - Livro que se lerá depois é "legota libro".

Os particípios passivos só podem ser usados em ações que possam ter objeto. Não é possível dizer, por ex., okazata, porque okazi nunca pode ter objeto. Todos os verbos com sufixo IĜ são intransitivos. Por isso, ...iĝata, ...iĝita e ...iĝota nunca são possíveis.

As vogais, nos particípios, são as mesmas das terminações verbais AS, IS e OS. Os significados são também muito semelhantes, mas não totalmente iguais. AS mostra, principalmente, a atualidade da ação, enquanto ANT e AT indicam durabilidade ou repetição da ação. IS indica que a ação ocorre antes do presente, enquanto INT e IT indicam que a ação se cumpriu, eventualmente antes de outra ação. OS indica tempo depois do presente, enquanto ONT e OT mostram o estado antes do começo da ação, frequentemente com cambiantes, isto é, que se tem intenção de fazer a ação, que se planeia a ação ou que ela ocorrerá em breve:

  • Li skribas. - Ele escreve.

    A escrita está a ocorrer agora ou decorre de modo costumeiro.

  • Tiam li estis skribanta en sia ĉambro. - Então, ele estava a escrever no seu quarto.

    A escrita decorria, nesse tempo passado.

  • La letero estis skribata en la paŭzo. - A carta foi escrita durante o intervalo.

    A escrita foi feita ao longo do intervalo.

  • Janjo havis en tiu nokto dormon maltrankvilan kaj interrompatan. - Jano teve, esta noite, um sono intranquilo e (repetidamente) interrompido.

    Ocorreram interrupções do sono, repetidamente.

  • Li skribis. - Ele escreveu

    A escrita ocorreu antes do momento presente (mais cedo).

  • Kiam li estis skribinta la leteron, li foriris. - Quando ele acabou de escrever (tinha escrito) a carta, foi embora.

    Ele foi embora, logo após concluir a escrita.

  • Li sendis la skribitan leteron al sia amiko. - Ele enviou a carta escrita ao seu amigo.

    A escrita da carta ocorreu antes do envio.

  • La letero estis skribita en la paŭzo. - A carta foi escrita no intervalo.

    A escrita não ocorreu antes do intervalo, mas algures no intervalo a escrita chegou ao fim. A carta aprontou-se no intervalo, portanto.

  • Li skribos. - Ele escreverá.

    A escrita ocorrerá em algum momento posterior.

  • Li estis skribonta la leteron, sed devis subite foriri. - Ele estava para escrever a carta, mas, subitamente, teve de sair.

    A escrita estava na intenção, mas não ocorreu.

  • Sur la tablo kuŝis aro de legotaj leteroj. - Sobre a mesa, pousava um molho de cartas para serem lidas.

    As cartas aguardam leitura. Alguém as deve ler, mas ainda não o fez.

Nota: Alguns fazem experiências com particípios correspondentes à terminação -US, UNT e UT: skribunta viro = "viro, kiu skribus" (homem que escreveria), skributa letero = "letero, kiun oni skribus" (carta que alguém escreveria). Mas tais particípios não fazem parte do esperanto oficial. Apenas como brincadeira podem ser tolerados.

Particípios como advérbios

Um particípio com terminação -E indica uma ação suplementar que diz respeito ao sujeito da frase. Em vez de enunciar duas frases, uma para cada ação, as duas são combinadas numa só.

  • Li legis sian libron kaj manĝis samtempe pomon.Manĝante pomon li legis sian libron. - Ele leu o livro e, simultaneamente, comeu uma maçã. → Comendo uma maçã, ele leu o livro.

    A alimentação decorreu em simultâneo com a leitura.

  • j Li faris sian taskon. Poste li iris hejmen.Farinte sian taskon li iris hejmen. - Ele fez a sua tarefa. Posteriormente, foi para casa. → Tendo executado a sua tarefa foi para casa.

    A execução da tarefa terminou antes de ele ir para casa.

  • Li intencis skribi leteron. Tial li kolektis siajn skribilojn.Skribonte leteron li kolektis siajn skribilojn. - Ele tinha a intenção de escrever uma carta. Por isso, recolheu as suas canetas. → Estando para escrever uma carta, ele recolheu as suas canetas.

    A escrita da carta estava planeada, mas antes de ela efetivar-se, ocorreu a recolha.

  • Ili laboris. Samtempe la mastro rigardis ilin.Ili laboris rigardate de la mastro. - Eles trabalhavam. Ao mesmo tempo, o patrão olhava-os. → Eles trabalhavam sob o olhar do patrão.

    O trabalho e a observação ocorreram ao mesmo tempo.

  • Mi tute ne atendis lin, sed li tamen venis al mi.Li venis al mi tute ne atendite. - Eu não o esperava de modo nenhum, mas ele veio até mim. → Ele veio até mim sem o esperar.

    A espera (que não aconteceu) seria anterior à chegada dele.

  • Oni preskaŭ kaptis lin, sed li forkuris.Kaptote, li forkuris. - Quase o capturaram, mas ele fugiu. → Estando para ser capturado, ele fugiu.

    Quando a fuga ocorreu, a captura estava eminente.

As frases compostas são mais frequentes na escrita. Apresentam uma relação complicada entre vários assuntos numa forma muito densa e um tanto difícil. A língua falada, com frequência, exprime tais assuntos com um maior número de palavras.

Em tal tipo de frases, o particípio adverbial deve, de acordo com o sentido, ser uma descrição do sujeito do predicado.

  • Farinte la taskon li iris hejmen. - Tendo concluído a tarefa ele foi para casa.

    Ele concluiu a tarefa

  • Ili laboris rigardate. - Eles trabalharam sob observação.

    Eles foram observados.

Não se diga, portanto: Promenante sur la strato venis subite ideo al mi en la kapon. O sujeito do predicado venis é ideo. A frase significa que a ideia estava a passear na estrada, o que provavelmente não é o significado desejado. É necessário dizer: Promenante sur la strato mi subite ekhavis ideon en la kapon. Ou: Kiam mi promenis sur la strato, venis subite ideo al mi en la kapon.

Particípios como substantivos

Um particípio ativo, com terminação -O, mostra o sujeito implícito da ação ou estado. O particípio passivo, com terminação -O, mostra o objeto implícito. Por uma regra especial, o particípio com terminação-O indica pessoa, normalmente:

  • skribanto = pessoa que escreve (agora ou com frequência)
  • skribinto = pessoa que anteriormente escreveu ou escrevia
  • skribonto = pessoa que escreverá posteriormente
  • amato = pessoa amada, pessoa que alguém ama
  • amito = pessoa que alguém amou anteriormente
  • amoto = pessoa que alguém amará no futuro
  • Kiam Nikodemo batas Jozefon, tiam Nikodemo estas la batanto kaj Jozefo estas la batato. - Quando Nicodemos bate em José, Nicodemos é o agressor e José o agredido.
  • La fuĝintoj kolektiĝis sur la kampo.La personoj, kiuj antaŭe fuĝis... - Os fugitivos reuniram-se no campo. {1} As pessoas que anteriormente fugiram...
  • La juĝotoj staris antaŭ la juĝisto.La personoj, kiujn oni intencis juĝi... - Os que seriam julgados estavam perante o julgador (juiz). {1} As pessoas que se intentava julgar (submeter a julgamento)...

Não se acrescente o sufixo UL porque os particípios com terminação -O referem, por si mesmos, indivíduos.

Se não se trata de pessoa, mas de coisa, acrescente-se o sufixo : skribitaĵo, legataĵo, plenumitaĵo, plaĉantaĵo. Mas quando AĴ está presente, o sufixo do particípio é, com frequência, supérfluo. Normalmente, basta skribaĵo, legaĵo, plenumaĵo, plaĉaĵo.

Às vezes, o particípio com terminação -O indica um assunto impessoal que cumpre uma função, principalmente em matemática, e assuntos similares:

  • dividanto = número que divide, divisor
  • dividato = número dividido, dividendo

De um substantivo que indica pessoa, pode-se, normalmente, fazer um adjetivo, que significa "relacionado à pessoa". Isso não é possível para os particípios substantivados, porque os particípios com terminação -A têm outros significados:

  • novulonovula kurso = curso para iniciantes.
  • komencantokomencanta kurso = "curso que começa (alguma coisa)". Não se pode, portanto, usar komencanta kurso com o significado de "kurso por komencantoj", mas deve-se dizer, precisamente, kurso por komencantoj (ou talvez porkomencanta kurso).

Nota: A palavra Esperanto (com maiúscula) originalmente foi particípio com o significado "esperanta persono", mas é agora nome de língua, e não mais é vista como particípio. Pode-se, portanto, fazer o adjetivo Esperanta = "com relação à língua esperanto". A palavra esperanto (com minúscula) é contudo e ainda particípio, e continua a significar "pessoa que tem esperança".

Formas verbais compostas

Com o verbo auxiliar esti e os diversos particípios pode-se expressar, com muita exatidão, vários cambiantes de modo, tempo, duração, execução, etc. Verbos simples com AS, OS, IS, US e U são geralmente preferíveis, mas, em situações em que se quer apresentar uma ação detalhadamente, pode-se usar uma forma composta. Em princípio, pode-se combinar todas as formas de esti: (esti, estas, estis, estos, estu, estus) com todos os particípios. Isso possibilita, à partida, 36 formas compostas. No entanto, algumas dessas formas quase não se usam, porque exprimem cambiantes demasiado estranhos ou especiais. Outras, embora necessárias, têm concorrência de modos de expressão mais oportunos. Eis alguns exemplos:

  • Li estas leganta libron. - Ele está lendo um livro.

    A sua leitura do livro continua agora.

  • Li estis leganta libron. - Ele estava lendo um livro.

    A sua leitura do livro continuava então.

  • Li estos leganta libron. - Ele estará lendo um livro.

    A sua leitura do livro continuará, então.

  • Li estas leginta libron. - Ele acabou de ler um livro

    A sua leitura do livro é agora um assunto passado.

  • Li estis leginta libron. - Ele esteve lendo um livro.

    A sua leitura do livro era então já um assunto passado

  • Li estos leginta libron. - Ele terá acabado de ler um livro

    A sua leitura do livro será já um assunto acabado, nesse futuro.

  • Li estus leginta libron, se... - Ele teria acabado de ler um livro, se...

    A sua leitura do livro seria um assunto passado, se...

  • Li estis legonta libron. - Ele estava para ler um livro.

    Ele estava então preparado para uma leitura ulterior (e próxima) do livro.

  • Li volas esti legonta libron. - Ele quer estar para ler um livro.

    Ele quer que ele esteja preparado para uma leitura ulterior (e próxima) de um livro.

  • La libro estas legata. - O livro está a ser lido.

    A leitura do livro continua, agora.

  • La libro estos legata. - O livro estará a ser lido.

    A leitura do livro continuará, então.

  • La libro estus legata, se... - O livro estaria a ser lido, se...

    A leitura do livro continuaria, se...

As formas compostas ANT muito raramente são necessárias. Mostram, enfaticamente, que algo continua quando alguma outra coisa ocorre. Normalmente, os verbos simples são suficientes. Ocasionalmente, pode-se usar (ĝuste) tiam para acentuar a simultaneidade. As formas compostas INT são mais correntemente usadas. Podem ser úteis para mostrar que a ação ocorre antes de outra. Frequentemente, o contexto mostra isso suficientemente bem. Se necessário, expressões com jam, antaŭe, ĵus, post kiam ou antaŭ ol podem ajudar. As formas compostas ONT são usáveis para indicar uma ação próxima ou intencional. Baldaŭ e diversos verbos também podem mostrar isso, muitas vezes mais claramente.

As formas compostas IT diferenciam-se um tanto das formas compostas INT. A forma composta INT indica sempre uma ação que ocorre antes de outra. A forma composta IT indica cumprimento de ação, ou ação que deu resultado. A forma IT pode ainda mostrar um tempo anterior a outro, mas isso é muito pouco frequente:

  • Tiam li estis eltrovinta la veron. - Então, ele tinha acabado de descobrir a verdade

    A descoberta da verdade ocorreu necessariamente antes daquele tempo. Se se quer dizer que a ação se cumpriu precisamente nesse momento use-se um verbo simples: Tiam li eltrovis la veron.

  • Tiam la vero estis eltrovita. - Então, a verdade foi descoberta.

    A descoberta da verdade cumpriu-se precisamente então, ou antes desse momento, conforme o contexto. Uma forma verbal simples para uma ação passiva não existe, mas pode-se, em substituição, usar uma frase com o sujeito oni: Tiam oni eltrovis la veron.

Por vezes, pode ocorrer uma deficiente compreensão sobre se a forma IT indica que a ação é anterior ou se já se cumpriu. Nesse caso, devemos usar expressões suplementares que, mostrem, claramente o tempo. Na prática, no entanto, tais clarificações raramente são necessárias: Kiam via domo estis konstruata, mia domo estis jam longe konstruita. Estis konstruita refere um tempo anterior a estis konstruata. Antaŭe ni iradis en la lernejon kaj iom lernis, kaj poste ni estis konfirmitaj. Estis konfirmitaj refere um tempo posterior em comparação com iradis kaj lernis.

Por vezes, em vez de usar esti + particípio, podemos transformar diretamente o particípio em verbo, do mesmo modo como se faz com outros adjetivos: estas legantalegantas, estis legontalegontis, estus legintalegintus, estas legatalegatas, estos legitalegitos e similar.

Estas formas são completamente lógicas e regulares, mas infelizmente na prática são difíceis de compreender. Palavras como legintos contêm aparentemente demasiadas informações numa forma demasiado compacta. As formas conjugadas normais com esti são mais adequadas nos casos raros em que não se podem usar formas verbais simples comuns (legis, legos etc.).

Sed kelkaj tiaj mallongigitaj formoj efektive praktike iom enuziĝis. Precipe INTUS-formoj estas popularaj. Simpla US-formo estas tute sentempa, sed multaj tamen sentas US-verbojn kiel nuntempajn, kaj uzas INTUS ĉiam, kiam temas pri pasinteco: {1} = {2} Oni povas pli simple diri: {3}

Também as formas ATAS são suficientemente frequentes: Bezonatas novaj fortoj en nia organizo. = Estas bezonataj... Serĉatas nova redaktisto por la revuo. = Estas serĉata...

Passiva

As frases com verbo transitivo podem ser passadas da ativa (frase normal) para a passiva. A passiva é quase a forma inversa de apresentar a ação. Quando se apassiva a frase, ocorrem três mudanças:

  • O objeto torna-se sujeito (e perde a terminação -N)
  • O predicado torna-se um verbo composto: esti + participio passivo.
  • O sujeito ativo desaparece ou se torna complemento circunstancial introduzido por de.

La knabino vidas la domon. - A menina vê a casa.

  • la domonla domo
  • vidasestas vidata
  • la knabinode la knabino

La domo estas vidata de la knabino. - A casa é vista pela menina.

Li batis sian hundon per bastono. - Ele bateu no seu cão com um cacete.

  • sian hundonlia hundo
  • batisestis batata
  • li pode desaparecer

Lia hundo estis batata per bastono. - O cão dele foi batido com um cacete.

Usa-se a passiva para deslocar a atenção para fora do sujeito ativo da ação. O anterior objeto (agora sujeito) passa a receber mais atenção. Com frequência, usa-se a passiva quando se fala sobre um assunto muito geral, quando quase não existe sujeito ativo.

Se se quer conservar na frase passiva o sujeito original da ativa, deve-se usar a preposição de: Ĝi estis trovita de mia frato. = Mia frato trovis ĝin. La piano estas ludata de vera majstro. = Vera majstro ludas la pianon. A preposição de tem muitos significados, mas junto ao particípio passivo de indica, normalmente, o agente. Se, contudo, há risco de incompreensão pode-se usar fare de: Ĝi estis forprenita fare de mi. = Mi forprenis ĝin.

Se o sujeito numa frase passiva é uma subfrase, um infinitivo ou um advérbio de quantidade (ou partícula adverbial quantitativa), o particípio passivo deve ter terminação -E Oni interkonsentis, ke mi faru tion.Estis interkonsentite, ke mi faru tion. Oni ordonis al mi fari tion.Al mi estis ordonite fari tion. Oni atribuis multe (= multon) al tiu rakonto.Multe estis atribuite al tiu rakonto. Às vezes o verbo transitivo aparece em frase sem objeto. Se se passivar essa frase, o resultado é uma frase passiva sem sujeito. O particípio, então, também deve ter terminação -E: Oni parolis pri tio.Pri tio estis parolate.

Passiva — escolha do particípio

A escolha de um particípio na passiva depende do que se quer exprimir. Escolhe-se o particípio em AT, se nos interessamos pela duração continuada da ação, ou se se trata de repetição. Escolhe-se o particípio em IT, se o mais importante é o cumprimento ou o resultado. Escolhe-se o particípio em OT, se se trata de estado antes da ação.

AT
duração ou repetição
IT
cumprimento ou resultado
OT
estado antes da ação

Quando se hesita entre AT e IT, pode-se usar uma expressão de controle para encontrar a nuance mais adequada:

Se se pode juntar iom post iom,plu kaj plu ou ree kaj ree sem, de modo nenhum mudar o sentido, então é adequado AT, porque iom post iom e plu kaj plu dão ênfase à continuação, e ree kaj ree dá ênfase à repetição.

Se se pode juntar definitive sem destruir o sentido, então é adequado IT, porque definitive acentua o cumprimento ou o alcance de um resultado.

  • Ŝi amis kaj estis [plu kaj plu] amata. - Ela amou e foi [cada vez mais] amada.
  • Dum la teatraĵo estis [iom post iom] montrata, okazis strangaj aferoj en la salono. - Enquanto a peça de teatro estava [pouco a pouco] a ser mostrada, coisas estranhas aconteciam no salão.
  • Tiu ĉi komercaĵo estas ĉiam volonte [ree kaj ree] aĉetata de mi. - Este produto é sempre [repetidamente] comprado por mim, voluntariamente.
  • Mi sciigas, ke de nun la ŝuldoj de mia filo ne estos [ree kaj ree] pagataj de mi. - Eu informo que desde agora as dívidas do meu filho não serão [repetidamente] pagas por mim
  • Estu trankvila, mia tuta ŝuldo estos [definitive] pagita al vi baldaŭ. - Esteja tranquilo/a, a totalidade da minha dívida, em breve, ser-lhe-á paga [definitivamente]
  • Georgo Vaŝington estis [definitive] naskita la dudek duan de Februaro de la jaro mil sepcent tridek dua. - George Washington foi [definitivamente] parido no dia vinte e dois de fevereiro, do ano mil setecentos e trinta e dois.

Alguns verbos têm dois significados diferentes e a escolha de um particípio depende de qual dos dois significados é desejado. Um exemplo clássico é o verbo okupi, que pode significar ou "preni okupe" ou "teni okupe". "Prenado" (pegar) é um ato normalmente momentâneo, e, por isso, interessa sobretudo a execução. "Tenado" (segurar), contudo, é uma tarefa de mais longa duração, e, por isso, normalmente interessa mais a duração. Porém, após o pegar vem o segurar, e antes do segurar ocorre, normalmente, o pegar. Por isso, em okupi pode-se frequentemente usar a forma AT ou a forma IT, à vontade, sem diferença prática: Mi estas tre okupata de mia laboro. = O meu trabalho, agora, "tenas min" (cada vez mais), porque ele, anteriormente, "prenis min". Mi estas tre okupita de mia laboro. = O meu trabalho (definitivamente) "prenis min",e, por isso, ele, agora, "tenas min". Outro exemplo é o verbo "kovri": Li kovris la plankon per tapiŝo.La planko estis kovrita (de li) per tapiŝo. Aqui trata-se do resultado definitivo da ação "meti sur plankon". Tapiŝo kovris la plankon.La planko estis kovrata de tapiŝo. Aqui trata-se da duração continuada da ação "kuŝi sur planko". Usa-se, com mais frequência, a forma IT em verbos como okupi e kovri, mas há liberdade de escolha, dependendo da ideia que se quer exprimir.

Às vezes prefere-se o particípio AT quando a ação é apenas uma possibilidade teórica, de cuja efetivação não há certeza, ou quando a ação é negada, ou se o contexto de algum modo remove a ideia de cumprimento: Ŝi estis nun en tia aĝo, ke ŝi devis esti konfirmata. Trata-se apenas do dever de confirmação. Se a confirmação se cumprirá verdadeiramente, ainda não se sabe. Ili volas, ke tia aŭ alia ŝanĝo estu farata jam nun. Se as mudanças se cumprirão, não se sabe. La unueco de Esperanto neniam estos rompata. O rompimento nunca se cumprirá. Eĉ vulpo plej ruza fine estas kaptata. É um princípio sempre válido. A ideia de duração torna-se portanto mais importante do que a ideia de cumprimento. Mas é possível também usar a forma IT neste tipo de frases. Há uma possibilidade de escolha conforma o cambiante que se quer exprimir.

Em ações repetidas, se nos interessamos pela repetição, usamos, normalmente, AT, mas se nos concentramos no cumprimento de cada uma das repetições, devemos usar IT. Se se aponta o número preciso de repetições, a ideia de cumprimento torna-se mais importante e, então, por norma, usa-se a forma IT: Dum la milito tiu vilaĝo estis ofte prirabata kaj bruligata. Dum la milito tiu vilaĝo estis kvarfoje prirabita kaj bruligita.

Nota: Alguns esperantistas não aceitam o princípio anterior sobre a escolha de AT e IT. Segundo eles AT deve significar "ĝuste tiam", e IT deve significar apenas "antaŭ tiam". Eles usam frases como: Mi estis naskata en Januaro. La ŝlosilo estis perdata hieraŭ. Subite li estis trafata de kuglo. Esta postura linguística é denominada "atismo" (ou tempismo). Normalmente, usa-se IT em tais frases, e, por isso, com frequência se denomina esta vertente de "itismo" (ou aspetismo). A disputa entre itismo e atismo é resolvida, em definitivo, por três frases do Fundamento: Georgo Vaŝington estis naskita la dudek duan de Februaro de la jaro mil sepcent tridek dua. Li sentis sin tiel malfeliĉa, ke li malbenis la tagon, en kiu li estis naskita. Mia onklo ne mortis per natura morto, sed li tamen ne mortigis sin mem kaj ankaŭ estis mortigita de neniu; unu tagon, promenante apud la reloj de fervojo, li falis sub la radojn de veturanta vagonaro kaj mortiĝis.

De volta à parte superior