Ir ao conteúdo

Eis alguns curtos esclarecimentos de termos gramaticais importantes usados nesta gramática. Os esclarecimentos são expressos do ponto de vista da gramática de Esperanto. Noutras gramáticas (sobre Esperanto ou outras línguas) os termos podem ser usados de outro modo. Os termos da gramática do lernu! seguem mais ou menos os usados na Plena Analiza Gramatiko de Kalocsay e Waringhien.

adjetivo
Palavra usada para descrever um substantivo ou uma partícula substantivada.
complemento circunstancial
Sintagma que diz de que maneira, em que local, em que tempo, por qual meio etc. ocorre a ação (ou estado) do predicado. Todo sintagma,que não seja predicado, sujeito, objeto e predicativo, é um complemento circunstancial.
advérbio
Palavra usada para descrever algo, que não é um substantivo ou uma partícula com valor de substantivo, (ou seja, um verbo, um adjetivo, uma partícula adjetival, um outro advérbio, uma partícula adverbial ou uma frase inteira).
afixo
Radical usado frequentemente na formação de palavras compostas: sufixo ou prefixo.
africada
Consoante que resulta de uma barreira completa que só se rompe na medida em que permite que o ar a atravesse com fricção.
ativa
Frase comum, na qual o sujeito é aquele, que faz a ação enunciada pelo predicado. Ver passiva.
acusativo
A flexão -N.
aposto
Sintagma que (normalmente) se coloca após outro para expressar o mesmo assunto por outras palavras.
epíteto
Adjetivo, partícula adjetivada, advérbio ou partícula adverbiada, que descreve diretamente outra palavra.
finito
Forma verbal, que pode ser usada como predicado.
fricativo
Consoante derivada de uma obstrução incompleta (apertada), pela qual o ar flui com um som de fricção.
futuro
Forma verbal, que exprime ação ou estado num tempo futuro.
imperativo
Modo verbal, que indica ordem (um dos usos do volitivo em Esperanto).
indicativo
Modo verbal, que indica ações e estados reais e efetivos.
infinitivo
Modo verbal, que nomeia, de modo neutro, uma ação ou um estado, sem indicar se se trata de realidade, vontade ou imaginação.
interjeição
Partícula exclamativa
condicional
Modo verbal que indica ações ou estados não reais, imaginários ou fantasiosos.
conjunção
Partícula que liga partes da frase, as quais desempenham o mesmo papel na frase.
consoante
Som linguístico que resulta de algum tipo de obstrução à saída do ar.
lateral
Consoanteque resulta de uma obstrução formada apenas no meio da boca. O ar flui livremente pelos flancos da língua.
modo
Cada uma das categorias das formas verbais que expressam diferentes atitudes do falante em relação ao que é dito. Os modos dos verbos em Esperanto são infinitivo, indicativo, volitivo e condicional.
nasal
Consoante que resulta de uma barreira completa na boca. O ar é expelido pelo nariz.
negação
Partícula de negação
intransitivo
(acerca do verbo) Não pode ter objeto.
nominativo
Substantivo ou palavra substantivada, que não tem (preposição nem desinência acusativa).
numeral
Partícula que exprime número.
objeto
Sintagma que mostra o que é diretamente afetado pela ação expressa no predicado. Por vezes, refere-se o "objeto direto" por contraste com o "objeto indireto". O "objeto indireto" designa-se nesta gramática de adjekto (complemento circunstancial). O objeto normal (direto) é chamado também de "objeto acusativo". O objeto indireto é também tradicionalmente chamado de "objeto dativo".
particípio
Palavra que apresenta a ação ou o estado como se fossem uma capacidade do seu sujeito ou do seu objeto.
passivo
Construção frásica "inversa", em que aquilo que normalmente (na ativa) é objeto, aparece como sujeito.
plosivo
Consoante que resulta duma pressão que rompe uma barreira completa
plural
Multiplicidade gramatical: mais do que um assunto.
predicativo
Sintagma autônomo que descreve o sujeito ou o objeto por meio de um verbo.
predicado
Verbo principal da frase. Verbo que normalmente tem sujeito.
prefixo
Afixo, que se coloca antes de outros radicais.
preposição
Partícula que indica o papel da parte da frase posterior.
pretérito
Forma verbal que exprime ação ou estado em tempo passado.
presente
Forma verbal que exprime ação ou estado no tempo atual.
pronome
Partícula que se usa em substituição de um substantivo.
singular
Número gramatical
sujeito
Função sintática que, (na ativa), indica quem faz a ação enunciada pelo predicado.
conjunção
Partícula que introduz uma parte da frase ligando-a à sua parte principal.
substantivo
Palavra que pode desempenhar na frase o papel de sujeito, objeto, vocativo, complemento circunstancial, epíteto, suplemento ou predicativo.
sufixo
Afixo que se coloca após outros radicais.
suplemento
Descrição direta (de palavra não verbal)cuja relação à palavra descrita é indicada por um sinalizador (preposição ou flexão acusativa).
transitivo
(acerca de verbo). Que pode ter objeto.
verbo
Palavra que exprime ação ou estado e que pode exercer o papel de predicado da frase. Considera-se também como verbo o infinitivo, embora esta forma verbal normalmente não desempenhe o papel de predicado.
vibrante
Consoante que resulta de várias barreiras e rompimentos sequenciais.
vogal
Fonema que se forma sem obstrução do curso do ar, e que pode ser acentuado.
vocativo
Função sintática que indica aquele a quem o dito é dirigido.
volitivo
Modo verbal que indica que a ação ou estado não é real, mas apenas desejada/o.
partícula
Uma palavra, que prescinde de desinência, mas pode ocorrer numa frase, tal como ela é.
De volta à parte superior