Ir ao conteúdo

Nominativo (sem preposição, sem desinência de acusativo)usamos para as seguintes funções sintáticas:

Sujeito

Sujeito é o que faz a ação do predicado. O sujeito deve ocorrer sempre no nominativo.

  • La patro donis al mi dolĉan pomon. - Meu pai me deu um pão doce.
  • Ili promenadis. - Eles passeavam.
  • La soldato pafis. - O soldado atirou.
  • Subite granda hundo alsaltis el inter la arbetaĵoj. - Subitamente um grande cachorro saltou do meio dos arbustos.
  • Ĉu vi aŭdis jam tiun historion? - Você já ouviu essa história?
  • La folioj faladis de la arboj. - As folhas caíram da árvore.
  • Tio surprizis min. - Isso me surpreendeu.
  • Estis iam malgranda knabino. - Um dia foi uma pequena garota.
  • Mankas al mi nenio. - Não me falta nada.
  • Ŝi estas tre maljuna. - Ela é muito idosa.

Vocativo

A função do vocativo mostra a que o discurso é desejada. Um vocativo normalmente é o nome da pessoa mencionada, pronunciada especialmente para despertar a atenção dele. Um vocativo é normalmente separado do resto da frase por vírgula ou vírgulas. Um vocativo deve sempre estar no nominativo:

  • Elizabeto, ĉu vi scias, kie la hundo estas? - Elizabete, sabe onde está o cachorro?
  • Mi konstatis, kara Petro, ke vi ne estis en la lernejo hodiaŭ. - Constatei, querido Pedro, que você não compareceu à aula hoje.
  • Mi deziras al vi bonan tagon, sinjoro! - Desejo-lhe bom dia, senhor!
  • Estimata prezidanto, mi ŝatus fari jenan proponon. - Estimado presidente, gostaria de fazer a seguinte proposta.

Nominação

Partícula substantiva pode ter um epíteto, que mostra a identidade da questão, normalmente por meio de seu próprio nome. Esse tipo de nominativo permanece sempre depois da sua palavra-chave e deve-se estar no nominativo:

  • Tio estis en la monato Majo. - Isso ocorreu no mês de maio.

    O mês chama-se "Maio". Maio é aposto especificativo da palavra mês.

  • Ni vizitis la urbon Seulo. - Visitamos a cidade Seul.
  • La ĉefurbo de Britio estas Londono, sed ankaŭ en Kanado kaj Usono oni havas urbojn Londono. - A capital da Inglaterra é Londres, mas também em Canadá e nos EUA existem cidades com este nome.
  • Sinjoro Petro kaj lia edzino tre amas miajn infanojn. - O senhor Pedro e a esposa dele amam muito nossos filhos.

Muitas vezes pode-se colocar kiu nomiĝasantes de um predicado nominativo:monato, kiu nomiĝas Majo; urbon, kiu nomiĝas Seulo; urbojn, kiuj nomiĝas Londono

Não use a preposição deantes de um predicado nominativo:la urbo de Nov-Jorko, la ŝtato de Keralo, la Popola Respubliko de Ĉinujo. Só é correto: la urbo Nov-Jorko, la ŝtato Keralo, la Popola Respubliko Ĉinujo

Compare a nominação com a aposição.

Predicativo

Predicativo é uma parte da frase que descreve o sujeito ou o objeto através do predicado. Predicativo normalmente é nominativo.

Predicativo do sujeito.

O verbo esti é o principal verbo que liga a descrição ao sujeito. Exemplos de outros verbos descritivos são (far)iĝi, ŝajni, montriĝi e nomiĝi.

Predicativo do sujeito é mais geralmente um adjetivo (uma subfrase adjetiva) ou uma palavrinha adjetiva:

  • Ŝi estis terure malbela. - Ela é terrivelmente feia.

    Terure malbela é a descrição de ŝi. A descrição é intermediada pelo verbo estis.

  • La patro estas sana. - O pai está sadio.

    Sana é uma descrição de la patro.

  • La dentoj de leono estas akraj. - Os dentes de leão são afiados.
  • Ili fariĝis trankvilaj. - Eles ficaram tranquilos.
  • La juna vidvino fariĝis denove fianĉino. - A jovem viúva tornou-se noiva de novo.
  • Ŝi aspektis kolera. - Ela parecia colérica.(com raiva).

    Com aspekti (parecer com) no entanto, muitas vezes usa-se adjunto adverbial de modo em vez de predicativo do adjetivo: En la novaj vestoj ŝi aspektis tiel elegante kaj bele.

  • Ordinare li ne estas tia. - Geralmente ele não é assim(desse jeito).

    A palavrinha adjetiva tia descreve o sujeito li através de estas.

Predicativo do sujeito pode ser também um sintagma substantival em nominativo.

  • Leono estas besto. - Leão é um animal.

    Besto é (tipo de) uma descrição de leão.

  • Januaro estas la unua monato de la jaro. - Janeiro é o primeiro mês do ano.
  • Mi scias, kio mi estas. - Sei o que sou.
  • Mia frato fariĝos doktoro. - Meu irmão tornou-se doutor.

Predicativo do sujeito pode também ser uma subfrase substantiva com preposição. Tal descrição mostra uma qualidade. Pode-se sempre transformar tal descrição em um adjetivo:

  • Li estas hodiaŭ en kolera humoro. = Li estas hodiaŭ kolerhumora. - Ele hoje está num humor de raiva. = Ele hoje está enraivecido.
  • Ili estas de la sama speco. = Ili estas samspecaj. - Eles são da mesma espécie.

Usa-se uma advérbio como predicativo em vez do adjetivo caso o sujeito descrito for infinitivo ou subfrase:

  • Resti kun leono estas danĝere. - Ficar com leão é perigoso.
  • Estas pli bone, ke ni tie ĉi manĝu kaj iru en la urbon vespere. - É melhor que comamos aqui e vamos para a cidade à tarde.

Usa-se advérbio em vez de um adjectivo, mesmo quando não há sujeito. Assim o predicativo descreve a situação como um todo:

  • Estis al mi tiel terure! - Foi terrível pra mim!

    Foi terrívelé uma descrição geral da situação.

  • Ĉu hodiaŭ estas varmemalvarme? - Hoje está quente ou frio?

Se um sujeito é subentendido como substantivo ou pronome, deve-se usar a forma adjetiva: La mastro traktis min tre bone, kaj estis tre afabla. = ...kaj li estis tre afabla. Estu kuraĝa! = Vi estu kuraĝa!

Predicativo do objeto

Alguns verbos podem intermediar uma descrição de seu objeto.Embora tais predicativos descrevam um objeto, eles não recebem a desinência N:

  • Vi farbas la domon ruĝan. (= Vi farbas la ruĝan domon.) - Você pinta a casa vermelha.

    Ruĝan aqui é um adjunto adnominal de la domon. = Você está pintando essa casa, que já é vermelha. Não se diz de que cor ele é agora.

  • Vi farbas la domon ruĝa. = Vi farbas la domon tiel, ke ĝi fariĝas ruĝa. - Você pinta a casa de vermelho. = Você pinta a casa de modo que ela se torna vermelha.

    Ruĝa é um predicativo de la domon, portanto um predikativo do objeto. A vermelhidão aparece devido à ação farbi(pintar). Nada foi dito sobre a cor que a casa tinha antes. (Também pode-se dizer: Vi farbas ruĝa la domon.Mas não pode ser:Vi farbas la ruĝa domon.)

Predicativo do objeto pode ser um adjetivo ou uma palavra adjetivada.

  • Ĉu vi farbos vian ruĝan domon verda? - Você pintará sua casa vermelha de verde?
  • Ne, ni preferas ĝin flava. = Ne, ni preferas, ke ĝi estu flava. - Não, nós o preferimos amarelo. = Não nós preferimos que ele seja amarelo.
  • Ŝi trovis la Francajn vinojn tre bonaj. = Ŝi trovis, ke ili estas tre bonaj. - Ela achou os vinhos franceses muito bons. = Ela achou que eles são muito bons.
  • Neniam mi vidis lin tia. = Neniam mi vidis, ke li estas tia. - Nunca o vi assim. = Nunca vi que ele é assim.
  • La ĝojo kaj surprizo faris lin muta! - A alegria e a surpresa o tornaram mudo!

Às vezes, este tipo de descrição adjetiva de um objeto é a resposta lógica a quando-frase, e mostra um estado que não depende da ação do predicado. Então se pode de fato usar o acusativo:

  • Ni lin trovis malvivan. = Ni lin trovis, kiam li estis malviva. - Nós o encontramos morto. = Nós o encontramos quando ele estava morto.

    O -N de malvivan pode ajudar na clareza, mas também é possível deixá-lo de lado. Sem a terminação -N o significado também pode ser: Nós o encontramos e descobrimos que ele não está vivo.

  • Mi ŝatas la matenmanĝajn ovojn malmolaj(n). = Mi ŝatas la matenmanĝajn ovojn, kiam ili estas malmolaj. Mi ŝatas, ke la matenmanĝaj ovoj estu malmolaj.

    - Eu gosto do café da manhã de ovo duro. = Eu gosto de ovos no café da manhã, quando eles estão duros. Eu gosto que os ovos do café da manhã estejam duros. Alguns utilizam N nestas frases. Outros preferem um adjetivo sem N. A diferença de significado é praticamente inexistente.

Predicativo do objeto pode ser um sintagma substantival nominativo.

  • Mi elektis lin prezidanto. = Mi elektis lin, ke li estu prezidanto. - Eu o escolhi como presidente. = Eu escolhi que ele fosse presidente.
  • Vin mi volas fari mia edzo! = Mi volas fari tiel, ke vi estos mia edzo. - Quero fazê-lo meu marido! = Eu quero fazer de tal modo que tu serás meu marido.
  • Ĉemizojn, kolumojn, manumojn kaj ceterajn similajn objektojn ni nomas tolaĵo. - Camisas, colarinhos, punhos e outros objetos semelhantes, chamamos "lingerie".

Junto a alguns verbos pode-se alternativamente usar expressões com kiel: Ili elektis ŝin kiel kasiston.

Às vezes uma subfrase com preposição pode ser um predicativo do objeto:

  • Ŝi lin trovas laŭ sia gusto. = Ŝi trovas, ke li estas laŭ ŝia gusto. - Ela o achou de seu gosto. = Ela acha que ele está de acordo com seu gosto.
  • Mi preferas ĝin sen sukero. - Eu o prefiro sem açúcar.

Se o objeto é um infinitivo ou uma partícula, usa-se um advérbio como predicativo do objeto. Isso praticamente ocorre quase que exclusivamente com os verbos opinii (opinar) e (trovi) (achar) (com o significado de "manter a opinião de que algo é de um certo modo):

  • Ili trovis saĝe forkuri. - Julgaram sábio fugir.

    (Eles pensaram que fugir é sábio.)

  • Mi opinias taŭge, ke Petro faru la tutan laboron sola. - Eu acho adequado que Petro faça o trabalho inteiro sozinho.

    Sou da seguinte opinião que Pedro faça todo o trabalho sozinho é adequado.

Noto: Segundo alguns gramáticos, devemos usar adjetivos em tais frases, porque eles acham que uma forma adverbial pode ser mal compreendida como um adjetivo de modo. Eles recomendam, portanto, que digamos por exemplo: Ili trovis saĝa forkuri.

Método de controle

Se não estivermos certo se é um adjunto adnominal ou um predicativo, podemos substituir o objeto por um pronome (lin, ŝin, ĝin, ilin, etc.) Tendemos então a retirar o adjunto porque ele é parte do objeto. No entanto, quanto ao predicativo, a tendência é mantê-lo, pois ele é uma partícula independente e necessária para o sentido da frase: Ĉu vi farbas la domon ruĝan?Ĉu vi farbas ĝin? Ruĝan é um adjunto. Ĉu vi farbas la domon ruĝa?Ĉu vi farbas ĝin ruĝa? Ruĝa é um predicativo do objeto.

De volta à parte superior